0800-647-4003 | (66) 3402-3200 | (66) 9 9223-0101
Faculdade Cathedral - Barra do Garças - MT
  • Sobre o Curso

    Sobre o Curso

    Em funcionamento desde de agosto de 2003, o Curso de Direito, da Faculdade Cathedral, procura pautar sua proposta de trabalho em uma estratégia educacional compreendida como condição para a concepção de um processo formativo teórico-prático. Apoiada numa política de incentivo à formação do bacharel cidadão, o Curso de Direito capacita seus alunos para os desafios exigidos pelo mercado de trabalho, de forma ética e responsável.

    Dados do Curso

    GrauBacharelado
    RegimeSemestral
    Duração10 Semestres (5 anos)
    Turno matutino e noturno
    Vagas288
    Autorização Portaria nº 2.038/2003 - Autorização do curso de Direito
    Reconhecimento Portaria nº 589/2009 - Reconhecimento do curso de Direito
    Renovação de Reconhecimento Portaria nº 67/2013 - Renovação do Reconhecimento do curso de Direito

    Coordenação

    CoordenadorProf. Ms. Ronny Cesar Camilo Mota
    Coordenadora Adjunta e de TCCProf. Drª Luzia Maria de M. N. y Rocha

    Núcleo de Prática Jurídica / Casa Cidadã

    GestoraProfª. Esp. Corinta Maria dos Arbués Nery
    EndereçoAv. Antônio Francisco Cortês, Cidade Universitária, Barra do Garças-MT
    Telefone(66) 3402 - 3235
    Horário de Atendimento13:00 às 18:00
  • Projeto Pedagógico

    Projeto Pedagógico do Curso

    1. O Projeto

    Projeto Pedagógico do Curso, além da clara concepção do curso de Direito, com suas peculiaridades, seu currículo pleno e sua operacionalização, abrange, observadas as Diretrizes Curriculares Nacionais: elementos estruturais: concepção e objetivos gerais do curso contextualizados; modos de integração entre teoria e prática; formas de avaliação; concepção e composição das atividades de estágio curricular e atividades complementares; inclusão obrigatória do Trabalho de Curso.

    2. Fundamentos Norteadores do Curso de Direito

    Os fundamentos norteadores do curso de Direito são pressupostos éticos, políticos e epistemológicos que estão definidos a partir de uma clara opção por uma formação em favor da resolução dos processos de vida coletiva (culturais, políticas e econômicas), para profissionais que irão atuar nos diversos ramos do Direito, sob o prisma ético, em busca da verdade real e da Justiça, discutida e analisada de forma crítica, na formação do bacharel cidadão.

    3. Objetivo do Curso

    Formar profissionais aptos para o exercício das atividades pertinentes aos bacharéis em Direito, conscientes de sua participação nos processos de transformação da sociedade, do Estado e do Direito, enquanto atores históricos capazes de atender às demandas da cidadania e do desenvolvimento econômico e científico, pautados por um compromisso ético e transformador da realidade e do fenômeno jurídico, insertos em um novo contexto histórico do Direito frente às transformações institucionais sentidas pela sociedade contemporânea.

    4. Perfil do Profissional a ser Formado

    O Curso de Direito, em atenção às Diretrizes Curriculares Nacionais do Curso de Graduação em Direito estatuídas pela Resolução CNE/CES N° 9, de 29 de setembro de 2004, pretende formar um bacharel cidadão capaz de atuar, de forma interdisciplinar nos diversos ramos do Direito, numa visão ética, e com o domínio de tecnologias e métodos para permanente compreensão e aplicação do Direito.

    5. Campo de Atuação

    • Militância advocatícia, após êxito no Exame da Ordem dos Advogados do Brasil;
    • Exercício da Magistratura e cargos no Poder Judiciário e no Poder Executivo mediante concurso público;
    • Assessoria e consultoria aos movimentos e entidades sociais e privadas;
    • Concursos públicos.

    6. Matriz Curricular do Curso

    Clique no link para download:

    Faculdade Cathedral - Matriz Curricular - Direito (PDF)

    7. Metodologia

    Metodologia constitui-se nos caminhos, nos instrumentos usados pelo professor para mediar o processo de aprendizagem, com o uso de diferentes métodos para aliar a teoria à prática de modo que o acadêmico tenha espaço para participação ativa na aprendizagem e dela retire habilidades indispensáveis ao domínio de práticas requeridas para o desempenho de atividades inerentes a sua vida profissional.

    8. Avaliação de Aprendizagem

    O Curso de Direito concebe a avaliação numa perspectiva emancipadora, enquanto parte integrante do processo que acontece de forma contínua e progressiva. O compromisso do fazer avaliativo é a aprendizagem, possibilitando avançar, aprofundar ou refazer a trajetória de sujeitos ensinantes/aprendentes, aprendentes/ensinantes.

  • NDE e Colegiado

    NDE e Colegiado de Curso

    NDE

    O Núcleo Docente Estruturante constitui segmento da estrutura de gestão acadêmica do Curso, com atribuições consultivas, propositivas e avaliativas sobre matéria de natureza acadêmica, responsável pela criação, implementação e consolidação dos Projetos Pedagógicos.

    Colegiado de Curso

    O Colegiado de Curso é um órgão consultivo e deliberativo no âmbito do curso para os assuntos acadêmicos. Compete ao Colegiado de Curso: analisar e aprovar atualizações no Projeto Pedagógico do Curso e em sua matriz curricular; analisar e aprovar os programas e planos de ensino das disciplinas ofertadas no âmbito do curso; elaborar e propor projetos de ensino, pesquisa e extensão no âmbito do curso; propor aprimoramento pedagógico no âmbito do curso; decidir sobre recursos pedagógicos ou representações de alunos no âmbito do curso.

  • Estágio

    Estágio

    O Estágio Curricular Supervisionado é componente obrigatório, constituído das dimensões ensino, pesquisa e extensão, que tem o objetivo de oportunizar aos acadêmicos a integração com a realidade dos assistidos e dos conhecimentos teóricos com a prática cotidiana, identificando problemas sócio jurídicos, equacionando-os por meio da inter-relação com as situações reais com o intuito de habilitá-los ao pleno exercício da cidadania e à pratica social de acordo com a Legislação Vigente.

    O Estágio Curricular Supervisionado abrange quatro semestres, sendo realizado do 7º ao 10º período, com frequência integral obrigatória, e é desenvolvido pelo Núcleo de Prática Jurídica (Casa da Cidadania) por meio de atividades práticas e simuladas, individuais, e, também, junto à comunidade, por meio de projetos de inserção e/ou atividades de extensão, em instituições públicas ou privadas ligadas ao exercício de práticas jurídicas, mediante convênio e a disponibilidade para firmar parceria com o curso.

    Núcleo de Prática Jurídica (NPJ) – Casa da Cidadania

    O Núcleo de Prática Jurídica (NPJ), também conhecido como Casa da Cidadania, é um espaço para operacionalizar atividades múltiplas referentes à formação do bacharel em Direito, com aplicabilidade no ensino e na extensão, e tem como alvo principal a promoção e a coordenação de atividades práticas jurídico-forenses de seus estagiários, indispensáveis para a formação do Bacharel Cidadão.

    O NPJ promove atividades que têm como escopo propiciar ao acadêmico a vivência com a realidade social dos assistidos e com atividades reais e simuladas de vida e de trabalho, vinculadas à sua área de formação, desenvolvidas sob uma concepção reflexiva, crítica e criativa.

    Como espaço que fomenta a cidadania, NPJ – Casa da Cidadania promove Atividades reais. No tocante à formação jurídica teórico-prática, o Núcleo de Prática Jurídica promove Atividades simuladas que buscam propiciar ao acadêmico noções sobre o exercício profissional ético nos diversos ramos de atuação do profissional do Direito.

  • TCC

    TCC

    O Trabalho de Curso figura como requisito indispensável à conclusão do Curso de Direito e sua elaboração deve observar as diretrizes estabelecidas pelo Conselho Nacional de Educação – Resolução CNE/CES nº 09/2004 para o Curso de Direito, que em seu artigo 10 prevê ser o Trabalho de Conclusão de Curso “componente curricular obrigatório, desenvolvido individualmente, com conteúdo a ser fixado pelas Instituições de Educação Superior em função de seus Projetos Pedagógicos”.

    O Curso de Direito, adota, como modalidade de trabalho o Artigo Científico, e que deve ser produzido de modo coerente com linhas prioritárias da Instituição: Direito e Cidadania; Direitos Humanos; Direito, Região e Sustentabilidade; Direito e Literatura e Direitos Humanos e Literatura.

  • Atividades Complementares

    Atividades Complementares

    Considerando o que dispõe a Resolução CNE/CSE nº 09/2004, o Curso de Direito, além das disciplinas teóricas e práticas que integram a estrutura curricular, considera relevante a aquisição, pelo acadêmico, de saberes que possibilitem a ampliação de sua formação profissional, por isso prevê o desenvolvimento de atividades complementares ligadas à área jurídica desenvolvidas dentro ou fora da Faculdade durante a realização do curso, por meio da participação dos acadêmicos em projetos e atividades como: congressos, seminários, simpósios, encontros, palestras, exposições, cursos de curta ou longa duração, etc., observadas as seguintes modalidades, abaixo relacionadas, cujo quantitativo de horas está fixado em regulamento próprio:

    • Atividades vinculadas ao ENSINO;
    • Atividades vinculadas à EXTENSÃO;
    • Atividades vinculadas à PESQUISA;
    • Atividades vinculadas à REPRESENTAÇÃO ESTUDANTIL.

    As Atividades Complementares serão realizadas/analisadas sob Coordenação própria, subordinada a Direção Acadêmica, de acordo com o Regulamento.

  • Eventos

    Eventos do Curso

    ENCONTRO JURÍDICO

    O Curso de Direito promove anualmente uma semana sob a nomenclatura de “Encontro Jurídico” compondo-se de minicursos (oficinas) e palestras envolvendo o corpo discente e docente do Curso, bem como palestrantes convidados de renome jurídico regional, nacional e internacional.

    ATIVIDADES DE INSERÇÃO SOCIAL

    O Curso de Direito, por intermédio das turmas inseridas no Núcleo de Prática Jurídica, tem efetuado atividades de inserção social constituídas por orientações jurídicas fora da Faculdade.

    ASSISTÊNCIA JUDICIÁRIA PENAL

    Com o intuito de fomentar prática real na área penal aos acadêmicos estagiários do Núcleo de Prática Jurídica, pactuou-se convênio com a Comarca de Aragarças-GO visando a nomeação do NPJ para patrocinar defesa de acusados hipossuficientes.

    MESÁRIO VOLUNTÁRIO

    O Curso de Direito, tendo por objeto a formalização das condições básicas para a execução do Projeto Mesário Voluntário, pelos seus acadêmicos, no âmbito do voluntariado, formando, assim, Auxiliares da Justiça Eleitoral para os processos eleitorais.

    PALESTRAS

    O Curso de Direito promove semestralmente, palestras sob os mais variados temas, direta e indiretamente, relacionadas ao Direito de forma a empreender um acréscimo intelectual acadêmico.

    PUBLICAÇÃO NA REVISTA CATHEDRALON-LINE

    No intuito de fomentar a produção acadêmica, tem-se a Revista Cathedral on-line que congrega publicações multidisciplinares docentes e discentes, inclusive com edições especiais do Curso de Direito.

    TRIBUNAL DO JURI – SIMULADO E AUDIÊNCIAS SIMULADAS

    Visando a prática simulada acadêmica inerente aos trabalhos de Tribunal do Júri, os acadêmicos estagiários no Núcleo de Prática Jurídica, no âmbito da disciplina “Estágio Supervisionado – Penal”, desenvolvem e efetuam júris simulados sobre casos concretos pretéritos e, no âmbito das outras áreas, Audiências Simuladas.

    TRIBUNAL DO JURI – REAL

    Visando a prática real dos conhecimentos acadêmicos, bem como a inserção social com assistência jurídica a hipossuficientes, o Núcleo de Prática Jurídica, por meio de seus professores e acadêmicos estagiários selecionados, desenvolve todo o procedimento de defesa, inclusive com sustentação oral em Júris reais na Comarca de Aragarças-GO.

    DIREITO NA COMUNIDADE

    Visando a prática real dos conhecimentos acadêmicos, bem como a inserção social, por meio de seus professores e acadêmicos estagiários selecionados, desenvolve palestras em escolas públicas, atendimento e orientação jurídica à população hipossuficiente.

    VISITAS JURÍDICAS (Tribunais Superiores)

    Visando a prática real dos conhecimentos acadêmicos, e a possibilidade de conhecer as maiores cortes de justiça do Brasil, tendo a oportunidade de verificar, in locu, a composição e funcionamento dos Tribunais.

  • Professores

    Relação dos Professores

    PROFESSORESTITULAÇÃO
    Ana Paula André da MataEspecialista
    André Luiz Soares BernardesEspecialista
    Andrey da Silva CarvalhoEspecialista
    Ângela Diniz Linhares VieiraMestre
    Antonio João Ferreira IglesiasEspecialista
    Arlete Alves do NascimentoMestre
    Camila Rodrigues Viana FerreiraEspecialista
    Cintia dos Arbues Nery da SilvaEspecialista
    Cleber Fabiano FerreiraEspecialista
    Edson AzoliniEspecialista
    Eduardo Borges MilhomemMestre
    Eliane Beck de Moraes
    Especialista
    Fabiane Alves da SilvaEspecialista
    Gisele Silva Lira de ResendeDoutora
    Gricyella Alves Mendes CogoEspecialista
    Humberto Alves do NascimentoEspecialista
    Jefferson Costa de SouzaMestre
    José Nogueira de Moraes Doutor
    Josias Alves Vitor TrindadeEspecialista
    Karine da Silva PeixotoDoutora
    Larissa Aparecida dos Santos ClaroMestre
    Lauro Luiz PetrazziniDoutor
    Leonardo André da MataEspecialista
    Luzia Maria de Morais Nogueira y RochaDoutora
    Otamiro Araujo FernandesEspecialista
    Paula Regina Araujo NascimentoEspecialista
    Rafael Arduini AzoliniEspecialista
    Raimunda Alves BatistaMestre
    Rândala Maria de Morais Nogueira y RochaMestre
    Renata Beatriz Bilego Especialista
    Renata Silva Oliveira GalvãoMestre
    Ricardo TibérioEspecialista
    Ronny Cesar Camilo MotaMestre
    Rosimeire Cristina AndreottiEspecialista
    Sylvia Maria de Assis CavalcanteEspecialista
    Thaís Assunção NunesEspecialista
    Tiago Rege de OliveiraMestre
    Vanessa Cristina MoreiraEspecialista
    Vera Lúcia Arruda AmbrozioEspecialista
    Vinicius de Oliveira RibeiroEspecialista
Menu